Comportamento Destaque

Meu negócio não vai fechar!

Neste momento extremamente difícil, a adaptação é super importante para não deixar o próprio negócio cair.  Alguns empreendedores contam como estão usando a criatividade e produzindo em tempos de portas fechadas. Remanejar para o modo online foi essencial.

A especialista em desenvolvimento humano, Ester Gomes, dá dicas de como ser positivo nessa hora de crise e o que é essencial para ultrapassar momentos difíceis:

1- Seja otimista. Em tempos de isolamento pode ser muito difícil. Mas você sabia que a tristeza e o desânimo diminuem nossa imunidade? Então, o caminho é ser otimista, estar fortalecido e com pensamentos positivos diante da adversidade que estamos vivendo.

2- Vamos aproveitar esse período de quarentena e colocar nosso autodesenvolvimento em dia. Que tal utilizar  cursos, livros e aulas online para aumentar nosso aprendizado? Vamos sair desse período muito mais desenvolvidos.

Ainda nesse período de quarentena, a  fonoaudióloga, professora de Oratória e proprietário do Clube da Fala, Laila Wajntraub, explica que para a maioria das pessoas, a arte de falar na frente das câmeras pode ser um verdadeiro tormento. Lidar com a  rejeição é o maior medo da humanidade.

Portanto, uma forma de comunicação bastante comum, porém, muitos ainda apresentam certa timidez e insegurança é “dialogar com a câmera”. O problema de quem tem essa dificuldade é o ato de falar para um objeto inanimado e a  falta de capacidade de imaginar o espectador do outro lado da tela, atrapalha a comunicação ao gravar um vídeo. Por isso, é imprescindível que saibamos utilizar nossa comunicação com eficácia, utilizando técnicas e práticas que nos ajudem a desenvolver essa habilidade. No Clube da Fala, é ensinado via  vídeo a diversos alunos pelo Brasil e exterior, a conseguirem vencer o medo, aperfeiçoar sua voz, fala e linguagem.

Para manter o seu negócio de pé nesse período conturbado, o Clube da Fala oferece sua aula experimental gratuita totalmente ONLINE.

A maioria dos brasileiros tem pavor de falar em público, seja na hora de uma entrevista de emprego, no convívio familiar, nas relações profissionais e até pessoais. Os motivos podem ser diversos, como trauma de infância, timidez, insegurança, gagueira, dicção, entre outros” – cita Laila.

A micropigmentadora e designer de sobrancelhas, Erica Teixeira adaptou a sua forma de trabalhar  já que não é possível realizar atendimentos ao público no seu Atelier. Ela disponibilizou em suas redes sociais conteúdo para aprendizado e aprimoramento de outras empresárias do mesmo segmento.

Erica iniciou lives no seu perfil do instagram com diversos conteúdo gratuitos. Os temas abordados são: O que posso fazer em meio a quarentena?, Reserva de emergência, A crise a meu favor, Negociação de dívidas em meio a crise, entre outros assuntos.

Para quem quiser aproveitar a quarentena e se especializar, Erica disponibilizou um curso online de design de sobrancelhas que garante 30 dias de mentoria em gestão empresarial após o término. O curso é para que as mulheres evoluam com suas empresas e aprendam a trabalhar de maneira estratégica para obter destaque.

Além de todo esse conteúdo, a micropigmentadora faz nos seus stories do instagram várias dicas de outros cursos e mensagens incentivadoras. As postagens também fazem referências aos produtos utilizados para cada tipo de pele, demonstrações de artes das sobrancelhas. Em seu canal do Youtube, Erica também dá diversas dicas incluindo “ganhe mais dinheiro com sobrancelhas”.

 

Pensando na qualidade de vida e principalmente na saúde de todos, a empresária de marmitas fit, Thai Fit, montou uma estratégia de entrega por Delivery. “Oferecemos uma alimentação saudável, de qualidade e equilibrada. Ideal para os tempos de pandemia e caos em que estamos vivendo”. – explica Thai Barde, chef funcional e empreendedora .

Em tempos de pandemia todo o cuidado é pouco para evitar a proliferação e amenizar os riscos que o coronavírus vem trazendo para toda a população. Diversas restrições estão sendo tomadas para que a contaminação seja a menor possível. Já para quem necessita trabalhar com toda essa situação conturbada, algumas empresas adotaram medidas de higiene e prevenção.

É o caso da JLira Green Life, uma empresa de paisagismo que aderiu a limpeza regular em maçanetas, itens de escritório, corrimão, uso contínuo de luvas, uso mais frequente de papel toalha, proibição do contato físico entre os funcionários, uso rotativo do refeitório (permitido até 7 funcionários por vez), supervisão do encarregado na hora de lavar as mãos, assim que os funcionários chegam no condomínios lavam as mãos com álcool antes e durante o trabalho.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente