Uncategorized · maio 4, 2021

7 Benefícios de ser um microempreendedor no Brasil

Ser um MEI trás vários benefícios para profissionais autônomos e empreendedores que vão além da simples formalização do negócio. Mas, que vantagens são essas? Aqui você confere os 7 principais benefícios de ser um microempreendedor no Brasil:

Benefícios de ser um MEI

 

1. Inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ)

Muitos fornecedores e até mesmo clientes só lidam com empresas que têm CNPJ. Em outras palavras, a abertura do MEI expande o horizonte de possibilidades da empresa, permitindo até mesmo a busca de contratos maiores.

2. Registro do NIRE no Registro Comercial

Normalmente esta seria uma das partes mais complicadas e burocráticas da abertura de uma empresa. Mas com o MEI, o registro do Número de Registro do Registro de Empresas, na Junta Comercial do Estado, é obtido automaticamente após o processo.

Confira também: O que é o portal do servidor?

3. Emissão de nota fiscal gratuita

Alguns grandes clientes não lidam com aqueles que não emitem NF. O trabalhador informal perde muitas possibilidades. A outra opção, que seria o RPA – Recibo de Pagamento Autônomo – tem um desconto muito maior nos encargos.

4. Cobertura da previdência social

O empresário e sua família são protegidos com doença, pensão de velhice, licença maternidade após a graça, pensão e ajuda no confinamento. A contribuição já está incluída na passagem mensal: R $ 44 – INSS correspondente a 5% do salário mínimo.

5. Acesso a serviços financeiros e crédito bancário

Com o CNPJ, a MEI poderá abrir uma conta corporativa e separar as finanças pessoais das finanças da empresa. Além de ter acesso a várias opções de crédito e financiamento. Algumas até mesmo específicas para microempresários.

6. Contratação facilitada de um funcionário via CLT

Como dissemos anteriormente, a burocracia em todo o processo é muito baixa. Quem dera que fosse para qualquer tipo de empresa.

O empregado deve receber um salário mínimo ou o piso da categoria. O empresário deve preencher mensalmente o Guia do FGTS e as Informações da Previdência Social (GFIP), além de depositar 8% do FGTS.

7. Controles mais simples

O boleto tem um valor mensal fixo independentemente do faturamento e não é necessário ter um contador. Em qualquer caso, o MEI tem direito a assessoria contábil gratuita para se registrar até a primeira declaração anual simplificada da microempresa individual (DASN – SIMEI), através de uma ampla rede de empresas de contabilidade optando pelo Simples nacional.

Ainda não formalizou o seu negócio? Faça o cadastro no site oficial do Portal do Empreendedor gratuitamente. o seu CNPJ fica pronto na hora!