Melhores aplicativos do ano passado

divulgaçãoTrês mulheres influentes da internet elegeram os aplicativos que as ajudaram em 2011:

Tatiana Contreiras, jornalista (@taticont)

- O combo Reduze Photo Size + Picplz: adoro, uso muito, tem bons filtros. E como tenho preguiça de reduzir o padrão de resolução das fotos do celular uso o Reduce Photo Size direto: reduzo e compartilho por lá direto pro picplz, que já encaminha direto pra Twitter e Facebook também, se for o caso.

- O combo Trip It + Evernote: melhor coisa que fiz para me localizar na viagem de férias. Como nem todo lugar tem wi-fi, consultava os endereços dos lugares que queria visitar e passava as direções e endereços para o Evernote. E o Trip It organiza todos os voos, check-ins em hotéis e mapas de cada cidade de um jeito impecável!

- Uno Free: juro, eu ando de metrô e ônibus a beça e a viagem passa rapidinho jogando Can-Can – juro que me recuso a chamar Can-Can de Uno! Tão viciante quanto Angry Birds :)

- O combo My Days + Pill Reminder: sou mega distraída, então esses dois juntos não me deixam esquecer da pílula nem de anotar o ciclo menstrual direitinho :)

- Pomodroido: perfeito para otimizar o tempo de execução de tarefas, de uma louça pra lavar a um texto pra escrever. Uso muito.

Liv Brandão, jornalista (@livbrandao)

- IMDb: O app do site sobre cinema é a salvação em mesa de bar, principalmente quando você tem aquele amigo cinéfilo mala que insiste que fulano tá num filme que não tá ou vice-versa. Dá pra dar um fatality instantâneo com provas irrefutáveis. Fora que o aplicativo acaba com aquele momento aflitivo do “ai, como é o nome daquele ator mesmo?” *barulhodededosestalando*

- Trip It – Antes de ser um organizador de viagens, ele é um app eco-friendly. Dá pra reunir todas as informações de voos e reservas de hotel a um toque do celular sem gastar papel imprimindo essas páginas todas.

- Dropbox: Aposentei o pendrive de vez (menos tralha pra carregar/mais espaço pra maquiagem na bolsa!) e, graças ao GENIAL site ifttt.com, salvo no meu HD virtual todas as fotos em que sou taggeada no Facebook, tweets e otras cositas más.

- Molo.me – Quem não tem Instagram caça com gato. Apesar de ter uma câmera fraquíssima que nunca acerta o foco, o aplicativo ganhou meu coração por ter como mascote uma CORUJA e funcionar como uma espécie de Foursquare: fotos e tags valem pontos para conseguir badges. E todo o app que parece joguinho ganha meu amor na hora.

- Instant Buttons – Sonoplastia de bolso, um excelente quebra gelo e/ou animador de reuniãozinha.

Flávia Penido, advogada (@ladyrasta)

- Call Track: aplicativo pra Android que joga todas as ligações feitas pra agenda do G+, assim eu tenho controle na agenda pra quem eu liguei e pra quem eu tenho com quem ligar

- Scan to PDF: aplicativo que escaneia e converte em PDF imagens – como advogada é imprescindível numa emergência pra copiar documentos.

- Semi Silent: aplicativo que deixa você disponível para alguns números específicos apenas e não outros.

- Flaslight: quando deu um daqueles apagões foi sensacional ter uma lanterna no celular, eu precisava achar o meu carro!

- Google Docs: ter alguns documentos ali e o aplicativo no celular me ajudou a resolver situações complicadas fora do escritório mais de uma vez durante o ano.

Dica do Ao Feminino e Além:

Durante as principais semanas de moda do país, o canal GNT lança o seu primeiro aplicativo para iPad, o Closet GNT. O aplicativo funciona como um espaço virtual onde as pessoas podem colecionar peças tendo referências de maquiagem e moda para ajudar a decidir o que usar. A pessoa pode ainda guardar as dicas de itens que mais gostar. Para auxiliar na hora de produzir um look completo, com roupa e maquiagem, estarão disponíveis trechos dos programas Base Aliada, Superbonita e Vamos Combinar. Para terminar, é possível conferir o visu de quem circula pelas ruas de São Paulo, Rio de Janeiro, Londres e Paris, entre outros lugares que ditam moda.

Leia também: Aplicativos de gastronomia

Leia também