Destaque Música

Quabales grava “Balacubaco” com Preta Gil e Daniela Mercury, em Salvador

Vitor Portella, Daniela, Marivaldo, Preta e Carlo Caroline

“A galera agita e grita, Balacubaco essência do amor” diz a letra de “Balacubaco – Up and Down”, canção escrita e produzida por Marivaldo dos Santos, o artista baiano radicado em Nova Iorque, onde integra há 23 anos o elenco do consagrado espetáculo off-Broadway “STOMP!”, e que há 8 anos resolveu criar,  no Nordeste de Amaralina, seu projeto social e artístico, Quabales.

Quabales é fruto do sonho de Marivaldo, que nasceu e se criou no nordeste de Amaralina. Mais que um grupo artístico de canto, percussão e performance, que já se apresentou em todo o Brasil, incluindo o Rock in Rio em 2017 no palco Sunset, Estados Unidos e Europa,Quabales é principalmente um projeto social, que atende diariamente a 350 alunos, entre 3 e 87 anos de idade, onde participam de aulas de violão, canto, percussão performática, dança, capoeira, robótica, inglês e reforço escolar.

Esse sonho não seria possível se não fossem os inúmeros padrinhos e madrinhas que colaboraram com verbas, divulgação e parcerias,  e que viabilizam a manutenção desta importante iniciativa que tem na música seu principal veículo de transformação, conexão e expansão.

Preta Gil e Daniela Mercury fazem parte do time de madrinhas e padrinhos e foram as primeiras convidadas por Marivaldo para gravar uma das canções que estarão no álbum “Essa é a Bahia”, que o Quabales lançará em 2020.

Segundo Marivaldo, “Balacubaco” é uma mistura do “pagodão” baiano com o hip hop  em uma linguagem original, universal e dançante.  “É o paredão dentro do gueto, fiz essa mistura que tem em sua letra uma parte em  inglês “modificado”, precisamos falar com o mundo e espalhar nosso som e essência do amor. É uma música de linguagem diferente, dançante e performática” completa o autor.

As cantoras dividem os vocais da canção com os integrantes do Quabales, Vitor Portella e Carol Caroline  e, juntos, gravam o videoclipe na sede do projeto em Salvador. Dirigido por Chico Kertész e produzido pela Macaco Gordo, o clipe terá a coreografia de Nildinha Fonsêca, professora, coreógrafa e solista do Balé Folclórico da Bahia, e artistas do próprio grupo, além de  bailarinos da comunidade.

O resultado dessa parceria inédita será lançado em 31 de janeiro em todas as plataformas digitais, Youtube e serviços de streaming.