Feminino Sociedade

Janeiro vem trazendo suas férias e a viagem em família

 

Falta pouco para as férias escolares de fim de ano e, junto com ela aquela correria para quem decide viajar e aproveitar este tempo com a família. Para que tudo aconteça com tranquilidade é preciso decidir o roteiro, fazer reservas em hotéis e pesquisar preços e promoções nas companhias aéreas, realizar a manutenção do carro, checar a carteira de vacinação das crianças, tudo com muita antecedência e paciência.  

Após resolver todas essas questões, começa a parte prática da viagem. É hora de fazer as malas e escolher o que levar na bagagem para uma boa estadia e para a economia de recursos durante as férias.

Muitas pessoas não gostam de organizar a mala e acabam deixando esta tarefa para a última hora, correndo o risco de esquecer coisas importantes, ou levar itens desnecessários. O ideal é fazer um check list com tudo que será necessário e começar a preparar a mala com antecedência. Quanto mais informações se têm do local da viagem, mais segurança se tem ao organizar a mala. E quando o viajante é criança, alguns detalhes devem ser observados”, comenta Elaine Gouvêa Personal Organizer especialista em Baby Planner.

Dentre os detalhes que precisam receber mais atenção, estão:

# Saber qual o clima e a média de temperatura do local;

#  Se há necessidade de tomar alguma vacina específica;

#  Se há incidência de insetos e quais são;

# Quantas horas de voo ou de estrada serão necessárias para chegar ao destino. “Com estas informações, já é possível iniciar a organização”, garante a especialista.

 

Mas, o que realmente é necessário levar na mala para as crianças? “Em primeiro lugar, verificar quais são os documentos exigidos para a criança, quando for viagem aérea, ou para outro país. Em relação às roupas, para crianças ou bebês, raramente é possível reutilizar alguma peça de roupa; assim, é essencial pensar em um conjunto para o dia e outro para a noite, além de um pijama para cada dois dias de viagem. Os conjuntos serão escolhidos de acordo com a temperatura do local. Se a família optou por ficar em hotel, a maioria deles oferece o serviço de lavanderia e, se os pais quiserem levar uma mala mais leve, podem optar por este serviço, se houver necessidade. É indispensável levar um kit de primeiros socorros, com um antitérmico, itens para pequenos curativos, termômetro, soro fisiológico e outros itens que a criança esteja acostumada a usar, de acordo com a prescrição médica. O repelente adequado a elas também se faz necessário. Quando, se está fora de casa com os filhos, a melhor alternativa é se precaver para evitar transtornos”.

De acordo com Elaine Gouvêa, “o tipo de roupa a ser escolhido dependerá do local; porém como coloquei acima, a criança usa pelo menos dois conjuntos por dia. Se for praia ou local com piscina, ela usará menos roupinhas, pois, em grande parte do tempo ficará só de sunguinha ou biquíni. E aqui, vale lembrar-se do protetor solar, boné e roupas com proteção UV. Se a viagem for para uma região com temperaturas mais baixas, é importante levar jaqueta, casaco, gorro  e para bebê, levar também, manta para protegê-lo em áreas externas. A mamãe também pode optar por vestir a criança com algumas camadas de roupas, uma manga curta por baixo, um casaco leve por cima e um casaco mais grosso por último, assim, dá para controlar a proteção de acordo com a temperatura do ambiente”, recomenda.

A especialista também sugere algumas peças importantes para ter na mala de mão ou bolsa de passeio:

#  Fraldinha ou toalha pequena, para secar as mãozinhas;

#  Sacos impermeáveis ou plásticos, tipo zip, para colocar roupas sujas ou molhadas, durante o passeio.

Sapatos: Os sapatos devem ser confortáveis e deve-se evitar levar modelos que ainda não estão em uso, pois, podem machucar o pezinho da criança. “Para meninos, chinelo e tênis, e para as meninas temos outras opções que dependerão da temperatura do local. Para o calor pode ser, chinelo, rasteirinha, sandália, tênis para esportes, e para o frio cabe uma botinha”.

Fralda: A média é de oito fraldas por dia.  “Para tranquilidade da família, sugiro que levem a quantidade necessária para toda a viagem”.

Brinquedos: Tudo vai depender do local para o qual será a viagem. “Se for de carro, para a praia, vale levar os brinquedos para água e areia, mas, se a viagem for de avião, os pais podem verificar se o hotel disponibiliza estes itens. O que não pode ser esquecido são os objetos de apego, nanas, mamadeiras, copinhos de transição e chupetas. Para os maiores, vale levar folhas e lápis de cor para desenho, massinha de modelar ou um livro que a criança goste”.

Itens de higiene pessoal:

  • Álcool em gel, que pode ser em embalagens pequenas, para higiene das mãos das crianças.
  • Sabonete líquido
  • Shampoo / Condicionador
  • Pente ou escova para cabelos
  • Hidratante
  • Creme dental e escova de dente
  • Pomada antiassadura
  • Garrafa térmica pequena e algodão ou lenço umedecido para troca de fraldas.

É primordial levar produtos que a criança já esteja acostumada a usar, para evitar alergia”.

Itens essenciais:

  • Garrafinha de água
  • Babador para os bebês
  • Lanterna pequena, para uma emergência ou eventual troca de fraldas durante a noite
  • Lanchinhos rápidos como barrinhas de cereais, a mação que é uma fruta mais resistente ou algumas bolachinhas
  • Carrinho de acordo com a faixa etária, para os bebês ou crianças pequenas
  • Carregadores, canguru ou sling
  • Banheira inflável, se os pais não estiverem acostumados a dar o banho no chuveiro, e que também pode ser usada como piscininha, para os bebês
  • Boia de braço para os pequenos

Para as malas dos adultos os conjuntos podem ser formados alternando as peças. “Dessa forma é possível mudar totalmente o look, assim, vale a pena fazer a análise antes e levar peças básicas e que combinem entre si. Para as mulheres, o diferencial pode estar nos acessórios, como brinco, cinto, colares. Da mesma forma, o check list contribui para que todos os itens importantes sejam colocados na mala”.

A Personal Organizer Elaine Gouvêa dá um alerta final: Os documentos pessoais devem ser separados com antecedência e para viagens internacionais, os passaportes e vistos devem estar em dia.  Apesar de serem oferecidos pelos hotéis, os itens de higiene também podem ser levados, de acordo com a preferência do casal. Neste caso, verificar as embalagens para não haver vazamento.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente