Destaque Sociedade

O temido final de ano de nossos amiguinhos

 

Com a chegada das comemorações de final de ano, é quase impossível encontrar um lugar em que não existam pessoas soltando fogos de artifício como uma maneira de celebrar. Mas os que acabam se prejudicando são os pets, pois a audição dos animais é bem mais aguçada que a dos humanos, e muitos costumam sofrer com medo excessivo do barulho dos fogos.

O adestrador e especialista em comportamento animal Cleber Santos, proprietário da ComportPet, explica que  os cães entram em um estado de estresse intenso com o som alto dos fogos, ficando desesperados e podendo tentar fugir por janelas, sacadas ou portões, o que coloca a segurança  deles em risco. Por isso, os fogos de artifício são um perigo em potencial muito grande para muitos cachorros.

Nessas horas, nem todos sabem como agir para tentar acalmar os bichinhos e, por falta de informação, podem acabar até mesmo agravando o estresse do animal. É fundamental que os tutores estejam preparados para proteger seu cão da exposição ao barulho dos fogos”, completa.

Uma das dicas essenciais para cuidar do pet nessa época, é aprender a condicionar o seu cão ao som alto dos fogos diariamente. Dessa forma, o estresse do animal com o ruído será cada vez menor. Uma boa estratégia é fazer com que o cão se alimente ouvindo o som de fogos. Assim, ele irá associar os fogos a uma coisa positiva.

Esse treinamento pode ser feito em casos de filhotes e de animais que não apresente um nível de estresse tão alto com o barulho. Toda vez que o dono ligar o som, ele ganhará comida. Essas associações tornam mais fácil fazer com que o cão perca o medo do barulho”, explica.

Outro ponto importante é que deixar o animal sozinho em casa nos momentos em que o barulho dos fogos tende a ser mais intenso, não é recomendável. “Quando o cão fica com muito medo, pode entrar em pânico e tentar fugir. Caso o tutor precise se ausentar, o ideal é recorrer a um hotel para cães, que tenha uma equipe especializada para dar suporte aos animais”, recomenda.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente